BRIDGE - AULA 01 - tópicos a serem entendidos

1- Baralho tem 52 cartas - 13 para cada jogador - portanto 13 vazas (tricks / Bazas)
A>K>Q>J>10>9>8>7>6>5>4>3>2 logo o Ás é a carta maior para vencer a vaza.


2- Objetivo do jogo - fazer vazas  - marcar pontos a favor ou evitar que os oponentes marquem muitos pontos.

3- Fases do jogo -
Leilao (bidding / remate) - Carteio (seqüência na jogada das 13 vazas)

4- Leilão define o naipe trunfo - define o Carteador (Declarante) e o Morto (dummy / muerto): 
no leilão uma dupla contrata a obrigação de fazer um determinado número de vazas (7 a 13) e o  jogador da dupla que primeiro falou o naipe (Declarante) passa a ser o Carteador, o jogador a esquerda do Declarante passa a ser o Saidor e joga a primeira carta da primeira vaza a ser disputada. Nesse momento o parceiro do Declarante coloca suas cartas na mesa e passa a ser o morto. O Declarante faz o plano de jogo e serve cartas do morto e de sua mão, sendo que cabe ao morto somente destacar na carta, dentre as outras cartas, a carta que o Declarante menciona ser a carta que está servindo.

5- Hierarquia dos naipes (suit / palo) para efeito de leilão:
(maior)   Sem trunfos    S Espadas H Copas         D Ouros          C Paus (menor) 
             No Trumps (NT)  S Spades   H Hearts        D Diamonds   C Clubs      <= inglês
            Sin Triunfos (ST) Piques     Corazones Diamantes Tréboles <= Espanhol
            Sans-Atout (SA) Pique       Coeur          Carreau       Trèfle      <= Francês
             San Atout   (SA) Picche     Couri           Quadri          Fiore       <= Italiano   

 6- Contagem dos pontos vazas após a sexta vaza contratada: 
 - cada vaza em naipe naipe pobre ( minors / palos menores C D) vale 20 pontos;
 - cada vaza em naipe rico ( majors / palos mayores H S
) vale 30 pontos;
 - jogando em Sem Trunfos a primeira vaza vale 40 pontos e as demais 30 pontos. 
 
Nota1: no leilão dá-se o lance de 1 e isso significa prometer fazer 7 vazas,  ou seja 1 + 6, portanto para contratar 13 vazas dá-se o lance de 7 no naipe desejado, ou seja, 7 + 6. 

Nota2: se no leilão o número de vazas contratados atingir 100 ou mais pontos, então isso dá a dupla contratante a possibilidade de ganhar um bônus (ou prêmio) denominada de GAME (não vamos traduzir Game, mas se o fosse poderia ser por Partida). Se o contrato for cumprido a dupla contratante, além dos pontos relativos as vazas feitas, recebe o bônus. Se o contrato da dupla contratante não somar 100 pontos (ex. contrato de 3 => 3 x 30 que não atinge 100), mesmo que durante o carteio se consiga fazer vazas a mais que somem ou ultrapassem 100 pontos, não será dado o bônus relativo de Game, e sim somente um bônus menor denominado de PARCIAL.
 

Contagem dos pontos de Parcial => a cada contrato parcial cumprido deve-se somar o valor de 50 pontos de prêmio de Parcial + valor de cada vaza após a sexta (as seis primeiras não são somadas).

No caso de contrato que atinge 100 pontos ("Game" em inglês, "Manga" em espanhol, "Manche" em francês), após a sexta vaza, deve-se somar aos pontos das vazas ao prêmio de:
- 
Game não vulnerável dá prêmio de 300 pontos
- Game         vulnerável dá prêmio de 500 pontos
Em contratos para 12 ou 13 vazas ("Slam" em inglê
s, "Chelem" em francês) há além do prêmio de Game o prêmio de:
- "Pequeno Slam" requer 12 vazas e dá prêmio adicional de   500 (nãoVul) e   750 (Vul)
- "Grande    Slam" requer 13 vazas e dá prêmio adicional de 1000 (nãoVul) e 1500 (Vul)

Exemplos: 
a) contrato de 2 onde foram feitas 9 (6+3) vazas = 3x30 + 50 = 140 pontos
b) contrato de 3ST vulnerável onde foram feitas 12 (6+6) vazas = 40 + 5x30 + 500 = 690 pontos
c) contrato de 6ST vulnerável onde foram feitas 12 vazas = 40 + 5x30 + 500 + 750 = 1440 pontos
d) contrato de 4 não vul onde foram feitas 10 (6+4) vazas = 4x30 + 300 = 420 pontos  

 7-  Devido ao fato que as vazas são em geral feitas pelas cartas maiores (A/K/Q/J), foi feita uma contagem de pontos em cartas altas para ser usado como referência para efeito do poder de fazer vazas em carteio com mãos equilibradas e usa-se isso na fase de leilão para dizer ao parceiro seu poder estatístico para fazer vazas. 
Assim sendo:   (Ás) A = 4       (Rei) K = 3      (Dama) Q = 2    (Valete) J = 1
Embora não se conte o 10, que teria valor de meio ponto, nem as outras cartas menores, é normal entre os bons jogadores valorizar uma mão contendo cartas intermediárias como 10 e 9 juntos com Dama ou Valete em algum naipe, do que outra com cartas pequenas. Ou seja, Q43 é inferior a Q109, ou J543 e inferior a J1092 para efeito de avaliação do poder de fazer vazas em um naipe qualquer.

8- Outra forma de valorizar um naipe para fazer vazas é avaliar seu comprimento ("longer").
Um naipe de 6 ou 7 cartas tem uma capacidade de fazer muitas vazas e na fase de Leilão as duplas tentam mostrar ao parceiro não só o poder de fazer vazas através de seus A, K, Q e J, mas também pelo comprimento do seu naipe. Uma dupla que tem um naipe formado das cartas 8765 - 432 em princípio não irá ganhar nenhuma vaza, porém se os adversários tiverem as cartas faltantes dividas 3 a 3 como, por exemplo, AQJ - K109, após 3 rodadas no naipe a quarta carta fica do naipe que está distribuído 4-3-3-3 será uma vaza certa em Sem Trunfos. Dentro desse raciocínio a 5a. carta de um naipe quinto, a 5a e a 6a. carta de um naipe sexto, a 5a., 6a. e 7a. carta de um naipe sétimo devem ser contadas como vazas certas. 
 

9-  Quando uma dupla tem junto muitas cartas num determinado naipe, isto dá a ela uma capacidade maior de fazer vazas em corte e cria o poder de fazer vazas através do conceito de pontos de distribuição que serve de referência para avaliar o poder da mão para fazer vazas. Portanto devemos considerar para efeito de estatística de fazer vazas também um critério de pontos pela distribuição favorável da mão quando se tem apoio de 4 ou mais (4+) cartas no naipe do parceiro e se está curto em um determinado naipe. Ou seja, uma mão 4-4-4-1 com apoio 4o. no naipe do parceiro tem mais valor de distribuição que uma mão 4-3-3-3 com o mesmo apoio 4o. no naipe do parceiro. 

Assim, todos os jogadores devem avaliar dinamicamente o valor de suas cartas durante o Leilão, mas alguns chegam inclusive ao extremo de contar pontos de distribuição para efeito de abertura da mão, quando a rigor devem inicialmente somente contar os pontos de distribuição pelos naipes longos e os pontos de distribuição e reavaliar melhor a mão na segunda fala após o encontrar um "fit" pelo menos oitavo com o parceiro. Esses jogadores que valorizam a mão com pontos de distribuição de naipe curto
contam a ausência de um naipe (chicana) como sendo 3 pontos de distribuição, a existência de somente uma carta de um naipe como sendo 2 pontos de distribuição e finalmente a existência de 2 cartas cartas de um naipe como sendo 1 ponto de distribuição:
- na abertura => chicana (void) = 3     seca (singleton) = 2       dubleton = 1      tripleton = zero
Dentro dessa consideração pode-se avalir a priori os pontos de distribuição da mão como se segue:
mão 4-3-3-3 = 0
mão 4-4-3-2  ou  5-3-3-2  => 1 ponto de distribuição
mão 5-4-2-2  ou  5-4-3-1  => 2 pontos de distribuição
mão 5-5-2-1  ou  6-4-2-1  => 3 pontos de distribuição

No entanto, o que vamos advogar aqui é que antes de começar o Leilão, para efeito de abertura, somente se considere os pontos de distribuição da mão pelo comprimento dos naipes a partir de 5 cartas e se ignore os pontos de chicana, seca e dubleton antes de se achar um fit com o parceiro.
Assim vamos contar pontos de distribuição como se segue:
mão 4-3-3-3 ou 4-4-3-2 ou 4-4-4-1 => zero ponto de distribuição para abertura (só naipe 4o.)
mão 5-3-3-2 ou 5-4-3-1 ou 5-4-2-2 => 1 ponto de distribuição para efeito de abertura (1 naipe 5o.)
mão 5-5-2-1 ou 5-5-3-0 => 2 pontos de distribuição para efeito de abertura
mão 6-4-3-0 ou 6-4-2-1 ou 6-3-2-2 ou 6-3-3-1 => 2 pontos de distribuição para efeito abertura
mão 6-5-2-0 ou 6-5-1-1 => 3 pontos de distribuição para efeito de abertura
mão 6-6-1 => 4 pontos de distribuição para efeito de abertura
mão 7-4-2-0 ou 7-4-1-1- ou 7-3-3-0 ou 7-3-2-1 => 3 pontos de distribuição para efeito de abertura
mão 7-5-1 => 4 pontos de distribuição para efeito de abertura
mão 7-6-0-0 => 5 pontos de distribuição para efeito de abertura (3 do naipe 7o. e 2 do naipe 6o.)
e assim por diante, mas é claro que para naipes longos o critério de avaliação da mão deve ser feito em termos de perdedoras e o risco de abertura deve ser avaliado com base numa antiga regra de perder 3 não vulnerável e perder 2 vulnerável. Veja explicação aqui.

É claro que o critério que estamos propondo ao jogador principiante é muito genérico, pois um expert em bridge sabe que uma mão de distribuição 4-3-3-3 tem um poder de fazer vazas menor que uma mão 4-4-3-2, que por sua vez é inferior a uma mão 4-4-4-1, considerando que sempre há uma esperança de que a 4a. carta do naipe quarto fique sendo uma vaza certa (mico). Da mesma forma, uma mão 6-4-x-x é superior a uma mão 6-3-2-2, mas essas filigramas de avaliação devem vir normalmente com o tempo de prática dos jogadores.

Por outro lado, avaliando dinamicamente uma mão, quando o Abridor encontrar um fit, pelo menos 8o. com o parceiro, ele deve valorizar a mão na segunda fala como se segue:  
- na resposta com 4+ cartas de abono => naipe lateral com chicana = 5    seca = 3   dubleton = 1

Para simplificar os pontos de distribuição vamos adotar que na abertura da mão
somente conta-se pontos de distribuição pela quinta carta em diante de um naipe. Assim uma mão com 1 naipe 5o. tem 1 ponto de distribuição, uma mão com 2 naipes 5o. tem 2 pontos de distribuição e um mão com naipe 6o. tem 2 pontos de distribuição, e assim por diante. Porém quando a dupla encontra um apoio de 4+ cartas a mão deve ser deve reavaliada em pontos para cartear nesse naipe seguindo a orientação de 5 pontos de distribuição pela chicana, 3 pela seca e 1 pelo dubleton em outros naipes.   

10-  Estatística de pontos (cartas altas + distribuição) para fazer Game ou Slam
-  contrato em naipe (fit de 8 cartas => 4-4 ou 5-3) nível 1 (7 vazas) precisa ter 20-21 pontos
-  contrato em naipe (fit de 8 cartas => 4-4 ou 5-3) nível 2 (8 vazas) precisa ter 22-23 pontos
-  contrato em naipe (fit de 8 cartas => 4-4 ou 5-3) nível 3 (9 vazas) precisa ter 23-24 pontos
-  3ST (3NT) = para fazer   9 vazas requer 25 pontos (HCP)
-  4
ou 4  =para fazer 10 vazas requer 25 pontos (HCP + pontos de distribuição)
-  5
ou 5  =para fazer 11 vazas requer 29 pontos (HCP + pontos de distribuição)  
-  para fazer 12 vazas (petit slam) = requer 33 pontos (mas não pode ter 2 perdedoras imediatas, tal
   como faltar 2 Ases ou AK onde não se corta)
- para fazer 13 vazas (grand slam) = requer 37 pontos
Ou seja, o jogador principiante pode decorar que para ter "game" é preciso ter 25 pontos e pode somar o valor de 1 Ás para obter as outras estatísticas: 25+4=29 pontos, 29+4=33 pontos e 33+4=37 pontos. 

11-  No leilão o dador (dealer) inicia o Leilão e suas as vozes possíveis são:
  passo  1C    1D   1H   1S    1ST    (requer ou promete fazer   7 vazas)
               2C    2D   2H   2S    2ST    (requer ou promete fazer   8 vazas)
               3C    3D   3H   3S    3ST    (requer ou promete fazer   9 vazas)
               4C    4D   4H   4S    4ST    (requer ou promete fazer 10 vazas)
               5C    5D   5H   5S    5ST    (requer ou promete fazer 11 vazas)
               6C    6D   6H   6S    6ST    (requer ou promete fazer 12 vazas)
               7C    7D   7H   7S    7ST    (requer ou promete fazer 13 vazas)

12-  Para abrir o Leilão (dar o primeiro lance) o sistema de leilão chamado de Natural, ou "Standard American", assume que o lance inicial de proposta de fazer vazas inclua um mínimo necessário de 13 pontos para abertura de 1 em naipe. É assumido também que o jogador que faz a abertura de 1 em naipe deve ter 2 pontos defensivos que se traduzam em pelo menos 2 vazas e meia.

Por exemplo, 2 Ases e 1 Rei (3 vazas defensivas), ou KQx KQx e Kx (2,5 vazas defensivas), ou AQx e KQ (2,5 vazas defensivas). Exemplo: Axxx xx xx AKxxx ou KQx Kxxx xx KQxx (onde x indica carta intermediária ou pequena).
Desta forma, uma mão tipo AQJ8765432 4 5 6, que possui 7 pontos em cartas altas e 6 pontos devido ao naipe longo com 10 cartas não se presta para abertura de 1 em naipe e sim de 4. Ou seja, com mãos totalmente desbalanceadas e com um poder de fazer muitas vazas no naipe longo, não se abre de 1 em naipe e portanto não obedece a necessidade de ter 2,5 vazas defensivas para se iniciar o Leilão. 
 

13- Quando o Leilão é aberto, o parceiro do Abridor recebe o nome de Respondedor e, em situações de ausência de naipe naipe longo, este  só deve falar no Leilão com 6 ou mais pontos em cartas altas. Porém com naipe muito longo (6 cartas, 7 cartas, ...) existem exceções que permitem ao Respondedor falar com menos de 6 pontos, mas isso requer acordo entre os parceiros da dupla para saber que vozes irão esclarecer essa fraqueza. Por exemplo, após uma abertura de 1 uma resposta em 3 pode indicar 7 cartas de Copas e mão de menos de 6 pontos em cartas altas (xx KQ109xxx xx xx).

14- Quando o Leilão é iniciado pelo oponente (jogador da outra dupla), que também tem uma mão com 13 ou mais pontos, é uma convenção falar DOBRO para dizer que também se tem uma abertura com pelo menos 3 cartas nos outros naipes estando-se provavelmente curto (duas ou uma carta) no naipe do abridor.
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte tem um dobre ideal com: AJxx KQxx Kxxx
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte tem um dobre ideal com: AJxx KQxx x QJ10x
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte tem um dobre ideal com: AJxx x Kxxx AKxx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte tem um dobre ideal com: x AQxx Kxxx AJ10x 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte deve dobrar com: AJxx KQxx Kxx xx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte deve dobrar com: AJxx KQx xx QJ10x
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte deve dobrar com: AJxx Kx Jxxx AJx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente seguinte deve dobrar com: Ax AQxx Kxx J10xx  

15- Quando o Leilão foi iniciado pelo oponente, no caso de se ter um naipe quinto com duas honras altas (A,K,Q,J) ou naipe sexto. com uma honra maior (A ou K ou Q), e 9 a 12 pontos em cartas altas (HCP), pode marcar seu naipe. Isto se chama dar "overcall" (sobrefala, falar depois de outro ter feito o primeiro lance no leilão). 

Se o Abridor abriu de 1 o oponente pode dar um overcall com: AKQ10x xx xssx xx
Se o Abridor abriu de 1 o oponente pode dar um overcall com: xx KQJxx xx QJ10x
Se o Abridor abriu de 1 o oponente pode dar um overcall com: K108xxx xx AK 10xx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente pode dar um overcall com: AQx QJ109xx xx xx 

Há casos em que, mesmo tendo uma abertura de 13-16 pontos, é preferível marcar naipe com 5 ou + (5+) cartas ao invés de dobrar devido ter dubleton ou seca em naipe não falado:
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 1 com: AJ KQ10xx Kxxx xx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 1 com: AJ9xx Qx Kx QJ10x
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 2 com: Jx Ax K9xx AQ10xx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 2 com: Qx Ax KQJxxx K10x 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 1 com: AKJxx xx KJxx xx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 2 com: xx AQ10x xx KQJ10x
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 2 com: Jxx Kx AKJxxx Jx 
Se o Abridor abriu de 1 o oponente marca 2 com: Axx AQJ10x Qx J10x  

16- No entanto em mãos com mais de 16 pontos em cartas altas não se deve dar simples overcall com naipe longo, pois o parceiro pode passar e a mão ter game. Nesse caso, é recomendado dobrar e depois marcar o naipe quinto ou sexto para melhor mostrar a força da mão.
Exemplo: com AKJxxx Kx x AQJx após uma abertura de 1 deve-se dobrar mesmo com seca no naipe de Ouros. Se o parceiro marcar 2, então marca-se 2. O parceiro saberá então que sua mão tem mais de 16 pontos em cartas altas e pelo menos 5 cartas de Espadas. 

17- Mãos balanceadas (equilibradas ou regulares) são as que possuem distribuições:
4-4-3-2 (21%)  ou   5-3-3-2 (15%)  ou  4-3-3-3 (10%)
, não admitem chicana e seca e 1 só dubleton.

18-  Mãos irregulares possuem distribuições:
5-4-3-1 (12%) ou  5-4-2-2 (10%) ou   6-3-2-2 (6%) ou  6-4-2-1 (5%)
6-3-3-1 (3%)   ou  5-5-2-1 (3%)   ou   4-4-4-1 (3%)
naipe quarto numa mão ocorre  35%
naipe quinto ocorre  44%
naipe sexto  ocorre  16%
naipe sétimo ocorre   3%
naipe oitavo ocorre meio porcento

19- Durante o Leilão uma dupla pode avaliar se tem ou não condições de tentar um contrato em "game" (que requer 25 pontos) ou se deve parar em parcial. Para tanto, o Abridor busca na sua segunda voz definir o intervalor de pontos que sua mão tem. Com isso o Respondedor na sua segunda fala pode avaliar se deve ou não avançar no Leilão.
Assim uma abertura de 1 em naipe pode variar de 13 a 21 pontos.

No Leilão as mãos  balanceadas com 13-14 pontos são abertas em 1 em naipe e o Abridor na sua segunda fala marca ST para indicar mão balanceada. Exemplos:
Jx K10xx AJx KJ10x abre-se de 1 e sobre a resposta de 1 marca-se 1ST
Jx KJ10xx A10x KJx abre-se de 1 e sobre a resposta de 1 marca-se 1ST
KJx xx AKJx J10xx  abre-se de 1 e sobre a resposta de 1 marca-se 1ST
AJx Jx Qxxx KQJx abre-se de 1 e sobre a resposta de 1 marca-se 1ST
Assim, cabe ao Respondedor, depois da segunda fala do Abridor saber somar pontos para ver se a mão tem chance de se jogar game que requer 25. Se o Abridor limitou a mão em 14 pontos ao marcar 1ST na segunda fala, o Respondedor precisa ter 11 pontos para marcar 2ST convidando o Abridor a marcar 3ST e este marca passa com 13 pontos e marca 3ST com 14 pontos. Se o Respondedor tem 12-16 pontos ele deve marcar direto 3ST se tiver também uma mão balanceada.
 
20- No Leilão as mãos balanceadas entre 15-17 pontos em cartas altas são abertas de 1ST. A abertura de 1ST já define na primeira fala quantos pontos tem o Abridor. Nesse caso quem irá comandar o Leilão para definir o contrato final será o Respondedor. O estudo da abertura de 1ST é um capítulo a parte em qualquer sistema de Leilão e envolve várias convenções. Um detalhamento dessa abertura deve ser visto a parte. No entanto, o Respondedor com mão balanceada deve usar a regra geral de com 10-15 pontos ele marca direto 3ST, com 8-9 pontos ele convida marcando 3ST e o Abridor vai para 3ST com 17 pontos. Se o Respondedor tiver 0-7 pontos ele deve passar com mão balanceada. Evidentemente com mais de 15 pontos o Respondedor deve pensar em marcar 6ST ou até 7ST simplesmente somando pontos para se chegar a 33 pontos ou a 37 pontos.

21- As mãos as irregulares 5-4-2-2 e 5-4-3-1 (com seca ou dois dubletons) de 16-17 são abertas de 1 no naipe mais longo, ou no caso de mãos tricolores (4-4-4-1) no naipe debaixo da seca. Quando a seca é Espadas abre-se de Ouros.
Essas mão são difícies de serem esclarecidas em algumas sequências e assim muitas vezes devem ser marcadas como se fossem mãos de 13-15, porém quando o parceiro faz algum convite então deve-se aceitar imediatamente. Exemplos:
Ax KQ10xx Ax QJ10x essa mão com 17 pontos (16 hcp + 1 ponto pelo naipe 5o.) abre-se de 1
                                                   e sobre a resposta de 1 marca-se 2 tal como se fosse uma mão de 13-15
                                                   pontos, porém se o parceiro marcar 2ST convidando a game marca-se 3ST.
                                                   Note  que com a mão Ax KQ10xx xx QJ10x deve-se passar em 2ST
                                                   pois a mão é mínima (13 pontos).
xx Kx AKJ10x KQxx abre-se de 1 e sobre a resposta de 1/1 marca-se 2 como se fosse uma
                                                  de13-15 pontos, porém se o Respondedor convidar em 2ST marca-se 3ST.
Kxxx xx AKJ10x Ax  com esses 16 pontos (15 hcp + 1 ponto pelo naipe 5o.) abre-se de 1 e após
                                                  a resposta de 1 marca-se 3 mostrando 16-17 pontos.
A10x KJxx x KQJxx  com esses 15 pontos (14 hcp + 1 ponto pelo naipe 5o.) abre-se de 1 e após
                                                  a resposta de 1 a seca deve ser valorizada e a mão vale 18 pontos, mas a
                                                  marcação de 3 é aconselhada, pois o Abridor pode ter 6-7 pontos somente
                                                  com naipe 4o. e se tiver 8+ o Respondedor vai em frente.
AJxx KQ10x x AQ10x  Essa mão tricolor com 16 pontos abre-se de 1 e sobre a resposta de 1
                                                  marca-se 1 como se fosse uma mão de 13-15 pontos, mas se a resposta
                                                  fosse 1/1 a mão vale 19 pontos e devemos abonar no nível 3 ou até no
                                                  nível 4 com um mínimo de 6-7 pontos o Respondedor poderá ganhar game.

22- No Leilão as mãos irregulares de 18-19 pontos 5-4-2-2 ou 5-4-3-1 são abertas de 1 em naipe e devem ser marcadas em "revér"  ou em salto na segunda fala. Exemplos:
Kx KQ10xx Ax KQJx  Essa mão com 19 pontos (18 hcp + 1 pelo naipe 5o.) abre de 1 e sobre a
                                                   resposta em 1 ou em 1ST marca-se 3 em salto mostrando 18-19 pontos.
                                                  Agora cabe ao Respondedor definir o contrato final somando pontos.
Axx AQxx x AQJ10x Essa mão de 18 pontos (17 hcp + 1 pelo naipe 5o.) abre de 1 e sobre a
                                                  resposta de 1/1 marca-se revér em 2 que indica mão de 18-19 pontos.

23- No Leilão as mãos balanceada de 18-19 pontos são abertas de 1 em naipe e depois salta-se em 2ST.
Ax KQ10x AJx KJ10x Essa mão de 18 pontos abre-se de 1 e sobre qualquer resposta de naipe
                                                   em nível 1 marca-se 2ST para mostrar 18-19 pontos.
Ax AKJ10x Axx QJ10 Essa mão de 18 pontos abre-se de 1 e sobre a resposta de:
                                                   1 marca-se 2ST para indicar 18-19 pontos;
                                                   1ST marca-se 3ST para indicar 18-19 pontos;
                                                   2/2 marca-se 3ST para indicar 18-19 pontos
                                                   2 marca-se 3ST e o Respondedor com 4 cartas de apoio marca 4 ou
                                                          até passa com mão 4-3-3-3.

24- No Leião as mãos balanceadas de 20-21 pontos são abertas de 2ST e cabe ao Respondedor ser o capitão da mão para definir o contrato final, pois essa mão, tal como a de abertura de 1ST, define bem o valor da mão para se tentar game, Slam ou mesmo ficar em parcial quando o Respondedor tem uma mão também balanceada, porém de menos de 4 pontos.

25- No Leilão as mãos irregulares de 22 ou mais pontos são abertas de 2C.
Veja detalhamento dessa abertura no estudo a parte em abertura de 2Paus.

26- No Leilão mãos com 6-10 HCP de naipe 7o. com 2 honras altas são abertas de 3 em naipe e são chamadas de mãos de barragem ("preempted" em inglês, "barrage" em francês) e as de naipe 8o. são abertas de 4 em naipe. Veja estudo em regra três dois.

27- No Leilão as mãos de naipe sexto com pelo menos 1 honras alta e 6-10 pontos nos naipe de Ouros, Copas ou Espadas, são abertas respectivamente de
2D, 2H, 2S e são chamadas de mãos de abertura de 2 fraca. Veja estudo a parte em naipe sexto fraco.

28- No Leilão as mãos balanceadas de 25-27 pontos são abertas de 3ST após acordo entre os parceiros da dupla, pois existem duplas que usam essa abertura de 3ST para indicar um naipe pobre de 7 ou 8 cartas fechado, isto é, que tem AKQ (xx xx AKQJxxx xx ou xx Jx x AKQxxxxx
) e nada mais.

///